Deusimar José Dionísio, mecânico de 52 anos, morreu na tarde desta segunda, 7, no Bairro Beira-Rio em Parauapebas, quando realizava o reparo em um ônibus na garagem da empresa.

Ele fazia reparos na bomba de ar, e estava com parte do corpo em baixo do veículo, quando a peça de madeira que apoiava o macaco hidráulico se rompeu, fazendo a carroceria do ônibus imprensar o corpo do mecânico. Ele foi esmagado.