Quase 100% dos municípios paraenses declararam estar reorganizando calendário escolar para retorno gradativo das aulas presenciais, segundo relatório do Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCMPA).

Os dados foram coletados junto a todos os municípios paraenses e, do total, 123 secretarias de Educação responderam voluntariamente ao levantamento. O documento mostrou, ainda, que no Pará cerca de 35% dos municípios não têm ações de ensino a distância para aos alunos no período de suspensão das aulas presenciais.

Enquanto que 65% declararam oferecer algum tipo de atividade pedagógica de forma remota durante a pandemia.  Outro foco do relatório foi a alimentação escolar e ações da educação no cenário da covid-19. Segundo a pesquisa, quase 40% dos municípios paraenses não garantiram merenda escolar de alunos durante a pandemia por falta de recursos, mas 27,4% deles não aplicam recursos próprios para garantir alimentação. Ainda segundo o relatório, 7,32% das prefeituras não entregaram os alimentos estocados nas escolas.