O jovem Leandro Neves da Sila, de apenas 18 anos, morreu em mais um caso de execução registrado no Pará, desta vez na madrugada deste sábado (22) em Marapanim, no litoral nordeste paraense. O rapaz foi atingido na cabeça por tiros disparados por uma pessoa ainda não identificada, que chegou e fugiu do local em um carro.

Segundo informações colhidas junto ao 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM), com sede em Castanhal, o crime foi por volta das 3h, no bairro Sol Nascente. De acordo com o que contaram algumas testemunhas, um carro parou na entrada do beco onde o rapaz estava, dentro de uma casa. Não se sabe quantas pessoas participaram da ação, mas o fato é que quem desceu do carro, invadiu a residência e disparou contra Leandro várias vezes, atingido ele na cabeça e nas pernas.

Após a fuga do assassino, o corpo do jovem foi tirado da casa onde foi baleado e colocado sobre um colchão, sendo levado por populares para a residência de um parente dele, a poucos metros dali. Contudo, quando a PM chegou ao local, o rapaz já estava morto.

Segundo o 5º BPM, a região onde Leandro foi morto é considerada “área vermelha”, e poucas informações foram colhidas junto a populares sobre possíveis motivações ou quem seriam os responsáveis pelo crime. O rapaz morava com a mãe bem perto da casa onde foi morto, mas parentes do rapaz pouco falaram sobre o crime. Eles apenas relataram que Leandro nunca havia sido preso, fator que geralmente tem ligação com esse tipo de crime.

O caso é investigado pela Polícia Civil de Marapanim, que tenta descobrir o que o rapaz fazia na casa onde estava quando foi morto, visto que a residência não era de nenhum parente dele. Segundo a PM local, a casa pertence a uma mulher envolvida com o tráfico de drogas, e tudo isso será considerado nas investigações. Até o momento, nenhum suspeito de participação no crime foi detido.