Na madrugada deste domingo (02), Iranilde dos Santos Andrade foi morta e tiros em Goianésia do Pará, município do sudeste paraense. Até o momento, o principal suspeito de ter cometido o crime é Fábio Pereira Oliveira, o “Piau”, homem que era ex-companheiro de uma sobrinha da vítima e, até o momento, não foi localizado.

De acordo com a Superintendência da Polícia Civil no Lago do Tucuruí (9ª Região), as autoridades tomaram conhecimento do crime pela manhã, mas Iranilde foi morta por volta das 3h. Informações iniciais colhidas pela Polícia Civil e 18ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) dão conta de que “Piau” foi até a casa da mulher com a intenção de matar sua ex-companheira, que era sobrinha de Iranilde. 

Contudo, a mulher que era o alvo do assassino teria entrado em luta corporal para salvar sua vida, e no meio da confusão, Fábio acabou disparando e acertando Iranilde na perna. O disparo – que atravessou a perna – teria atingido uma artéria dela na coxa da mulher, que sangrou intensamente. Iranilde ainda foi socorrida ao hospital por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas morreu mesmo assim. 

Após disparar contra a mulher, Fábio fugiu do local, e até o momento, seu paradeiro é desconhecido. O crime é investigado pela Polícia Civil, por meio da delegacia de Goianésia do Pará, que pede que, qualquer informação sobre a localização do suspeito seja repassada pelo WhatsApp 94  992463703. A Polícia garante o sigilo das informações do denunciante.