Pela primeira vez, o Governo do Pará irá antecipar o pagamento de metade do 13º salário dos aposentados e pensionistas do Estado, do Poder Executivo, ainda no primeiro semestre. A solicitação foi feita pelo governador Helder Barbalho ao Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (Igeprev) e anunciada nesta quarta-feira (17), Dia do Servidor Público Aposentado. 

“Isto é importante para este momento em que todos estão com dificuldades e também é um reforço, uma injeção de recursos na economia paraense. Isso é graças ao equilíbrio fiscal e, acima de tudo, a decisão de prestigiar os nossos servidores, sejam efetivos, mas neste caso, particularmente, o reconhecimento aos que já contribuíram com o nosso Estado: os servidores públicos e pensionistas” – governador Helder Barbalho. 

Durante o anúncio, o governador destacou que a antecipação do pagamento foi possível graças ao equilíbrio fiscal do EstadoFoto: DivulgaçãoO presidente do Instituto, Silvio Vizeu, explica que o pagamento de 50% do valor será possível devido aos rendimentos sobre os investimentos do Igeprev no exercício de 2019, com amparo legal na Lei Complementar 125/2019. Ainda segundo Vizeu, a medida vem em boa hora para os segurados.

“O pagamento adiantado da primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas do Estado vai atender a uma expectativa dos nossos segurados neste momento de instabilidade financeira, devido à pandemia da Covid-19, ao mesmo tempo em que irá movimentar a economia do Pará”, avalia o titular da Instituição.

Cerca de R$ 146 milhões serão injetados na economia do Estado com o pagamento de 50% do 13º salário dos servidores aposentados e pensionistas do Pará, do Poder Executivo. No total, serão beneficiados quase 48 mil segurados, sendo 37.475 servidores inativos e 10.429 pensionistas, que receberão aproximadamente R$ 122 milhões e R$ 24 milhões, respectivamente, já no próximo dia 26, juntamente com o pagamento dos benefícios de junho.