O atendimento ao público no Departamento de Trânsito do Estado (Detran) foi retomado de forma gradual e seguindo todos os protocolos de segurança exigidos. A principal mudança é a obrigatoriedade do agendamento prévio para a realização dos atendimentos, para evitar aglomerações nas unidades da capital e interior. As atividades no órgão estavam suspensas desde 23 de março, devido à pandemia de Covid-19.

O agendamento prévio é uma medida de proteção para a própria população e também para os servidores do órgão, para evitar o contágio pelo novo coronavírus. Com a mudança, não é mais permitido que o usuário vá até o Detran sem horário marcado – com exceção de algumas Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans), que limitam o número de pessoas por vez.

“Estamos reabrindo com o máximo de cautela, e o agendamento prévio é obrigatório. Quem chegar sem agendamento não será atendido. É uma mudança até mesmo cultural, um momento de organizarmos a casa, que sempre teve aglomeração. Estamos prezando pela saúde e segurança do usuário e do servidor, e pretendemos ter um novo padrão de atendimento daqui por diante” – Marcelo Guedes, diretor geral do Detran.

São dois os canais de agendamento: o call center, através do número 154; e o webchat disponível no site do Detran. No primeiro dia da retomada dos serviços, na segunda-feira (8), foram agendados 655 atendimentos em todo o Estado. A tendência é que o número por dia se mantenha nesta média, justamente para que não haja aglomerações.

Como há um grande fluxo nos canais de agendamento do órgão, cabe lembrar que todos os prazos do Detran continuam suspensos, portanto não é preciso ter pressa, já que se trata de uma retomada gradual dos serviços e não há qualquer tipo de prejuízo ou penalidade para o usuário que não conseguir o seu agendamento de forma imediata para regularizar sua situação.

“Nós fizemos um cálculo de quantas pessoas poderíamos atender por dia sem gerar aglomeração no órgão e vamos seguir isso à risca. Todos serão atendidos, mas de forma organizada e agendada, sem correria, até porque os nossos prazos seguem suspensos. Então, as pessoas precisam se adequar a essa nova norma e ter um pouco de paciência nesse primeiro momento, tendo a certeza de que tudo será resolvido, não expondo ninguém a riscos de contágio pelo novo coronavírus”, conclui Guedes.

Atendimento

Na capital: não serão permitidos atendimentos sem horário marcado na sede do órgão, na Augusto Montenegro, e na unidade da Antônio Barreto.

No interior: em Ananindeua, Marabá, Parauapebas, Santarém, Altamira, Castanhal e Redenção, o agendamento prévio também é obrigatório. Nas demais Circunscrições Regionais de Trânsito do tipo “A”, será permitida a entrada de até 10 usuários por vez; nas Ciretrans do tipo “B”, serão cinco usuários por vez. Lembrando que nos municípios onde o lockdown estiver mantido, o atendimento seguirá suspenso.

Canais de agendamento: call center – 154;
webchat no site do Detran.