A Polícia Civil de Dom Eliseu, recebeu na última segunda-feira (4), informações de um ciclista, de que havia um corpo de uma mulher num terreno baldio.  A equipe policial se deslocou ao local e constatou a denúncia.

A apuração preliminar indicava que a vítima estava sem documentos e ninguém a conhecia.

Os investigadores ouviram os populares próximos ao local do corpo, até que um deles apontou a residência onde a vítima estaria bebendo na noite anterior, e o local onde ela estaria morando.

A equipe policial encontrou o local onde residia a vítima, e a casa onde ela estaria com seus familiares e companheiro na noite anterior ao crime.

Os policiais fizeram alguns questionamentos, e as testemunhas confessaram que o companheiro da vítima teria atirado com arma de fogo contra ela, e que ameaçou de morte as pessoas no local, caso alguém fosse denunciar para a Polícia. Posteriormente, foi apurado que a vítima levou 4 tiros de arma de fogo do tipo .38.

A Polícia Civil encaminhou as testemunhas à delegacia, para prestarem depoimento, e depois foi ao local que possivelmente o suspeito estaria escondido. Ele foi preso pelo crime de feminicidio.

O homem confessou o crime e mostrou onde teria escondido o revólver .38 usado no delito e relatou que a motivação do crime seria ciúmes.

O criminoso estava sem os seus documentos de identificação e confessou ser o autor de mais um homicídio no município de Ourilândia.

O homem foi conduzido à delegacia para os procedimentos cabíveis, e segue à disposição da Justiça.