Na noite desta quinta-feira, 28, o agente penitenciário Gledson Marcelo Pereira Alves, 36 anos, matou a própria esposa, Charlene Oliveira, 32 anos, a tiros na frente dos dois filhos do casal, a arma usada foi um revólver calibre 38. O caso aconteceu no bairro Santa Rosa, em marabá-PA.

Após matar a esposa o agente cometeu suicídio, com tiro na cabeça.

Segundo informou a polícia, o casal sofria de depressão, os vizinhos não souberam informar se o casal mantinha um relacionamento conturbado.

De acordo com informações, o casal consumia bebida alcoólica, desde o dia anterior ao crime, quarta-feira, 27, dia que comemoravam o aniversário do agente penitenciário.

A Polícia Militar foi chamada, uma pericia foi realizada no local, os corpos foram levados para Instituto Médico Legal (IML) de Marabá. A polícia civil investiga o caso.