Ação foi realizada pelos custodiados da Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel (Cpasi)

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) iniciou, nesta segunda-feira (27), o projeto “Feira Limpa”. Utilizando a mão de obra prisional de 30 internos da Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel (Cpasi), a ação foi iniciada às 5h, na Feira 8 de Maio, em Icoaraci, com a limpeza, lavagem, desinfecção, remoção e descarte adequado e seletivo dos resíduos sólidos encontrados no local.

O projeto atuará, nos próximos dias, em outras seis feiras de Belém e Região Metropolitana: Feira do Barreiro, Feira do Guamá, Complexo do Jurunas, Feira da Pedreira, Feira do Paar e Feira da Marambaia.

Segundo o diretor de Reinserção Social da Seap, Belchior Machado, a limpeza das feiras da Grande Belém é mais uma ação positiva da secretaria, que visa utilizar o trabalho prisional para atuar junto à sociedade na prevenção ao novo coronavírus.

“Assim como a limpeza de secretarias e órgãos públicos e a demarcação do distanciamento social nas paradas de ônibus, a Feira Limpa é mais uma ação da Seap como forma de contribuição no enfrentamento à pandemia da Covid-19. Todos os envolvidos recebem os equipamentos de proteção necessários para a execução da atividade” – Belchior Machado, diretor de Reinserção Social da Seap. 

Os internos da Cpasi atuam de forma voluntária nas ações de proteção à população contra a Covid-19, recebendo para isto os equipamentos de proteção necessários e obtendo remição de pena por meio do trabalho, conforme cumprimento da Lei de Execução Penal. A Seap acredita na reintegração das pessoas privadas de liberdade à sociedade e possibilita o trabalho como medida de reinserção, além de promover benefícios neste momento de combate à pandemia.