O Carnaval por Todo o Pará é repleto de cores, sons e respeito ao meio ambiente. No município de Curuçá, a 139 quilômetros de Belém, há 34 anos o bloco Pretinhos do Mangue promove a festa popular, mas também chama a atenção para a preservação das riquezas naturais, notadamente os manguezais do nordeste paraense. Centenas de pessoas, oriundas de vários municípios, preferem aproveitar a folia em Curuçá. No Carnaval 2020 mais de 10 mil pessoas formaram o bloco, com total apoio dos órgãos de segurança.

A Operação Carnaval Seguro por Todo o Pará reforçou o esquema de segurança nas localidades que mais recebem brincantes. Em Curuçá, 45 militares estão a postos, utilizando 10 viaturas, atuando no policiamento preventivo e ostensivo. Há também atuação de outros órgãos, como Departamento de Trânsito (Detran) e Corpo de Bombeiros Militar.

“Nós distribuímos as equipes em turnos para que sempre o policiamento estivesse presente, reforçando principalmente nos horários de fim de tarde, noite e na madrugada, horário em que a bebida já está fazendo efeito, e quando a possibilidade de alguma situação indesejada costuma ocorrer. Agimos para que nada tire a alegria dos brincantes, e reforçamos o policiamento nos horários mais vulneráveis”, explicou o major PM Gilberto Cardoso.

“Fantasia” – No “Pretinhos do Mangue” a folia começa com a caminhada até o mangue, habitat natural do caranguejo, em busca da “fantasia”. Ali, passam lama pelo corpo e saem brincando pelas ruas da sede municipal. O caranguejo gigante, que mede um metro de altura por três de comprimento, e tem movimentos semelhantes ao do delicioso crustáceo, é outra atração do Carnaval em Curuçá.

Para a brincante Carla Silva, a presença constante da polícia é importante para a escolha do destino no Carnaval. “Aqui a gente vê os policiais perto e se sente seguro. Se estamos no bloco, a polícia retira as garrafas de vidro. No retorno pra casa, também vemos os agentes nas esquinas. A gente consegue se divertir com tranquilidade, com toda a família. Vem criança, adulto, mais velhos. Todo mundo se diverte”, afirmou Carla, que está em seu quarto ano na folia ecológica em Curuçá, aproveitando e vendo tudo da varanda da casa onde a família se hospeda, que fica no corredor carnavalesco.

Carnaval por todo o Pará – A operação integrada do Sistema de Segurança foi iniciada na sexta-feira (21) e só termina no dia 2 de março. Todas as ações desenvolvidas pelo policiamento ostensivo, a pé e motorizado, radiopatrulhamento, policiamento rodoviário nas estradas estaduais, policiamento fluvial e preservação do meio ambiente serão intensificadas durante a semana de folia.

Mais de 2.200 agentes das forças de segurança atuam de forma conjunta durante a operação. O esforço concentrado conta também com 109 viaturas, 20 embarcações e três aeronaves, e a participação efetiva da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, Grupamento Fluvial (GFlu), Grupamento Aéreo (Graesp), os dois últimos vinculados à Segup, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Departamento de Trânsito (Detran) e agentes municipais.

Folha do Bico