CERCA DE 50 PESSOAS HAVIAM INVADIDO A ÁREA

Polícia Civil do Pará deflagrou, neste domingo (19), a operação “Otium”, que resultou na prisão em flagrante de Antônio Alves Ferreira. A Polícia Civil chegou ao local após denúncias de que, cerca de 50 pessoas, entre homens, mulheres e crianças haviam invadido uma área de proteção ambiental no interior da fazenda “Rancho Grande”, localizada no município de Goianésia, no sudeste do Pará. Diante da situação a equipe policial partiu em diligência até o local e efetuou a prisão do homem que estava portando uma arma de fogo ilegalmente.

Com Antônio Alves foram apreendidos uma arma de fogo longa, aparentando ser de calibre .22, além de onze munições. Na ação, em área de mata, foram flagrados pontos de desmatamentos recentes. A operação foi realizada, em conjunto, pela Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá, com o apoio da 21ª Seccional Urbana.

Segundo o delegado titular da Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá, durante a ação, ao avistar a equipe policial, o homem tentou fugir pela mata. De imediato, os policiais o renderam e deram voz de prisão. Ainda durante a diligência, o delegado titular da Delegacia de Conflitos Agrários, iniciou uma conversação com o Movimento e suas lideranças, e após uma hora e meia de negociação, conseguiu convencer os integrantes do movimento a desocupar a propriedade rural.Os integrantes do movimento desocuparam a propriedade rural de forma pacífica.

O acusado foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Goianésia do Pará, para a tomada das medidas cabíveis.

Polícia Civil