Acusados:
Filipe Correa Batista vulgo “Bodó”, 19 anos residente na cidade de Jacundá.
B S F, “vulgo Molequinho ou Cebolinha” 16 anos, residente na cidade de Tucuruí.
Joabe Nascimento de Souza, 20 anos residente em Goianésia do Pará.
Lucas Alves de Sousa, 21 anos residente na cidade de Jacundá
M E S C, 17 residente em Goianésia do Pará.
Maria de Nazaré dos Santos Correa, “vulgo Shirley “, 21 anos residente em Goianésia do Pará.

Por voltas das 15h no centro de Goianésia do Pará, o sr. Constantino Lima, procurou a Gu de serviço e informou que uma inquilina sua teve a sua kitnet arrombada por alguns indivíduos, de onde foram furtados vários objetos domésticos, e que ele sabia o paradeiro dos elementos e dos objetos subtraídos,onde diante das informações, a Guarnição foi até o endereço informado, (rua Góis,n°100,bairro centro), e lá encontrou 4 homens e 2 mulheres, onde foram realizados com autorização da dona da residência “Shirley”, uma busca domiciliar,sendo que foram encontrados dois armamentos citados, e os materiais furtados da kitnet do Sr. Constantino.

Diante da situação de flagrante,os acusados e o material apreendido e recuperados foram encaminhados à Depol para os procedimentos legais.

De acordo com o entendimento da autoridade policial, Joabe, Lucas e Breno vulgo” molequinho”, foram liberados pela autoridade, onde de acordo com o seu entendimento, os mesmos não cometeram nenhum ilícito penal, porém, Filipe vulgo “Bodo” foi enquadrado por posse ilegal de arma de fogo, pois assumiu que as duas armas seriam sua, e também já responde por homicídio na cidade de Jacundá, Maria de Nazaré vulgo “Shirley”, autuada por furto, e Marcela Eduarda, B.O.C, também por furto.