Um adolescente e um jovem de 18 anos foram detidos pela polícia por serem suspeitos de organizar um atentado à escola São Paulo, localizada em Ananindeua, região metropolitana de Belém. A dupla organizava, através de um aplicativo de mensagens, entrar na escola armada e sugerindo cometer assassinatos.

Em um trecho da conversa dos dois suspeitos, um deles afirma que a escola “vai virar história”, em seguida o outro responde ‘igual a outra escola’ se referindo ao massacre de Suzano, ocorrido em São Paulo.

De acordo com a Polícia Civil, um dos suspeitos é adolescente e foi apreendido no último sábado (7) e apresentado na sede da Divisão de Atendimento ao Adolescente (Data). O Ministério Público determinou a internação do menor.

O outro suspeito, Hildo Aguiar Pereira, de 18 anos, foi preso em flagrante nesta segunda-feira (9). Hildo é acusado de ameaçar diretores e professores da escola através de um aplicativo de mensagens. O suspeito foi encaminhado para a delegacia de Jaderlândia e responderá pelos crimes de ameaça e corrupção de menores.

G1 Pará